Google+ Followers

sábado, 6 de abril de 2013

Tomate Assume que é Pomodoro





E o susto tem sido geral.

O que aconteceu com nosso bom e amado companheiro de todas as horas,situações e receitas? O tomate?
 De uma hora pra outra o preço disparou no mercado, no super mercado, na quitanda, na feira... Há quem esteja pensando em plantar um vasinho na varanda do apartamento não só pro consumo pessoal mas pra pra vender aos amigos e vizinhos.   Agora o tomate assumiu a origem de seu nome. 

Pomodoro: Fruto de Ouro.

Uma amiga me ligou hoje apavorada contando que comprou somente dois tomates. Só mesmo pra agradar o paladar do  seu filho. Queria saber o que está acontecendo. 
Rimos muito porque a situação está pra isso mesmo. Meu marido disse a suas alunas que tomate em nossa casa nem pensar. Virou artigo de luxo. A Ferrari do setor hortifrutti. Todas concordaram pois muitas são donas de casa.

Brincadeiras á parte, esse fruto que sempre nos acompanhou em saladas e molhos está sendo assunto em todo lugar e até piadas nas redes sociais. Semana passada no super mercado levei um susto enorme. O tomate para saladas estava custando 7,50 reais o quilo e o tomate italiano quase 10,00 reais. 

Mas a pergunta que se faz é sempre a mesma. Porque?
As mudanças no preço e na quantidade foram influenciadas diretamente pela lei da procura e oferta, explica o gerente das Unidades Técnicas Regionais da Ceasa/ES, Marcos Antônio Cossetti Magnago no boletim de informação da CEASA / ES.
De janeiro a abril, houve grande produção e o preço despencou.    Porém, com as mudanças climáticas (o tomate não gosta do clima frio) a produção diminuiu e o pouco que foi produzido, está sendo exportado. Daí o preço do tomate está sendo considerado um dos mais altos nos últimos dez anos. 
No sul, a causa da alta no preço é o excesso de chuva. No nordeste a seca extrema.

E então o que  fazer na mesa?  Alguns restaurantes e pizzarias estão substituindo o tomate fresco por molho pronto ou extrato que ainda não foram atingidos pelo fenômeno, já que foram produzidos com frutos que  ainda tinham preços baixos no início do ano.

Em casa, a solução é substituir o fruto (sim, tomate é um fruto) também por molhos prontos.  Na saladas, trocar os tomates por pepino fresco, palmito, azeitona verde ou rabanete é uma boa opção.  Se mesmo assim o tomate fizer muita falta, porque não fazer como minha amiga? Compra menor quantidade e reserva somente pra salada.  Não  podemos também deixar nosso prazer de comer o que gostamos por causa do preço. Pra tudo tem jeito.

Já que o problema é mesmo o clima e aqui no Espirito Santo, graças a Deus, o clima não é extremado como no sul e nordeste, logo (a partir de setembro quando  a primavera trouxer o clima favorável) poderemos voltar a saborear nosso bom e velho tomate, companheiro de todas as horas.

Um bjo e até mais. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário